Category Archives: Peças Soltas

Peças Soltas LI

 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Music: If you were mine by Anouk

 

Olhei à minha volta… não te conhecia…

Espreitei em redor… não te sentia…

Olhei-te nos olhos… não te seduzia…

Murmurei-te palavras… e…

tudo acontecia…

 

Anúncios

Peças Soltas L

Voltei a sorrir…

Music: Now I love someone by Holly Throsby


Porque me fazes bem…

Porque me sinto bem…

Porque quero estar contigo…

Porque me fazes feliz…

Porque preciso de ti…

Porque te beijei e não fui beijado…

Porque te desejei e desejo…

Porque me fizeste tremer e ao que eu tinha…

Porque me olhaste e eu a ti…

Porque senti aquele frio na barriga…

Porque te procurava no meio daquela gente…

Porque te sinto e me sentes a mim…

Porque o teu olhar me intimidava…

Porque no fundo sentias o mesmo…

Porque estava triste, tal como tu…

Porque era infeliz, tal como tu…

Porque agora sabemos como estávamos e o que sentíamos…

Porque afinal nos faltava coragem de dizer o que sentíamos…

Porque agora estamos juntos…

Porque queremos isso…

Porque sou uma pessoa especial para ti…

Porque me fazes sentir especial…

Voltei a sorrir…


Peças Soltas XLIX – Especial Ilha dos Amores…Madeira!

Quero ver-te…novamente…

Nota: E…porque gosto muito da Madeira…além do Alentejo…decidi…criar uma Peça Solta sobre…a Madeira…devido ao que aconteceu no passado recente…e, sendo assim, segundo texto nesta rubrica pessoal…este é para a Madeira e para o seu povo!

Music: Dust in the Wind by Guns n’ Roses (Live Performance)

Se um dia decidi numa promoção qualquer…de uma agência qualquer te conhecer…foi um dos bons momentos que recordo…e lembro-me…ainda hoje…que decidi não conhecer o Pico…para um dia a ti voltar;)

Engraçado…como ainda eu na Escolinha…por decisão dos meus Pais…tive a sorte de um primeiro encontro contigo…tinha tenra idade…um miúdo de 6 anos…numa aventura…na Madeira…recordo-me de pouco…um Hotel…entretanto destruído em virtude da ampliação do Aeroporto…da piscina olímpica…batiam-se palmas sempre que um avião aterrava…sim…porque a pista de aterragem não era o que é agora…e, era um sufoco aterrar na Madeira…valia pelo bailinho da Madeira…ou até uma festa qualquer que me recordo…numa quinta do Presidente João Jardim…onde este ofereceu uma bela de uma espetada madeirense…e, isto é o que me recordo…dos meus 6 anos na Madeira…

Sempre quis voltar a ti…já crescido…e tive essa possibilidade…e adorei…num hotel de luxo…com gente simpática…com instalações excelentes…vista sobre o mar…e aterrei em ti Madeira!

Cheguei até ti…com uma súbita vontade de te (re)conhecer…e descobri que te ia conhecer…Foste algo que me entusiasmou…se logo que cheguei adorei a vista do quarto…que foi escolhido…

Correndo o risco de ser injusto…mas…com vontade de dizer isto…acho que o meu encanto…também se deveu…ao mais belo mercado de Portugal…esse mesmo…o Mercado dos Lavradores…fazer a prova…de maracujá com sabores a limão e outros tantos sabores…a banana ananás…só quem lá esteve acredita…eu comprei…confesso…quatro maracujás com sabor a limão…19 euros…mas valeu a pena!

A ribeira da “desgraça” do centro do Funchal…para terem noção que há fenómenos naturais que são inexplicáveis… como terá sido possível…tão pouca água…tornar-se em tanta a ponto da destruição que se viu…esta foi uma das ribeiras…que transbordou:(

E…como gostei da vista do teu Cabo Girão…ver as Feijãs…lá em baixo…apenas acessíveis através de barco…para as plantações na tua terra fértil…

Se gostei da Ponta do Sol…gostei da Calheta…da sua praia…do Engenhos da Calheta..da cana de açúcar…do mar na Ponta de Pargo…tudo era belo…e cheguei a Porto Moniz…mar bravo…piscinas naturais…beleza natural!

Entre S.Vicente e Santana…lá umas imagens retiradas…as famosas casinhas da Madeira…pena poucas existirem…mas ainda há algumas…uma relíquia:)

Adorei a tua Ribeira Fria…linda de morrer uma floresta autêntica…com direito a tudo…e muito frio…único local que tive frio…confesso que senti necessidade do casaco que não levei…o Curral das Freiras que ficou isolado…a discoteca o casino…o Grand Pestana onde me alojei…o Fórum Madeira…a espetada madeirense…a tua marina…os teus teleféricos…tanta coisa de ti ficou em mim…Madeira!

O Jardim do Sr.Joe Berardo…merecia algumas fotos…aqui…é lindo de morrer…tenho saudades!

O verdadeiro veículo da Madeira;) também tinha de aqui aparecer…

E porque a Ilha dos Amores…tem tudo isto…e muito mais…

Quero ver-te…novamente…


Peças Soltas XLVIII – Especial Aniversário

Sinto a tua falta…

Nota: E porque a vida é mesmo assim…primeiro texto do Peças Soltas sem qualquer tipo de ficção…

Music: Last Kiss by Pearl Jam live performance

Apareceste assim do nada…por entre uma viagem misteriosa… dei-me perdido em ti…por entre lágrimas de alguém que queria regressar…e a… ti…não voltar!

Com a minha calma natural fiz entender que o melhor seria lá voltar…e, um ano…é um ano…e não é mais que isso…longe de mim saber que chegar a umas horas tardias…a um local onde chovia…onde por momentos tudo escureceu…onde toda uma população nos conhecia sem conhecer…porque éramos nós…os senhores que chegavam naquele dia a Santo António das Areias…vindos de Braga…

Não duvides que essa nossa viagem foi dolorosa…interminável… e sempre que pensávamos lá chegados…uma surpresa…deparava-se em nós…ainda não era ali Santo António das Areias…foi assim em Alpalhão…em Castelo de Vide…em Portagem…onde pensamos que a rotunda pertencia finalmente a Santo António das Areias…mas afinal não!

Santo António ficava mesmo no sentido de Marvão…subir um pouco…e cortar à esquerda…até nos depararmos com um Praça de Touros qualquer…ou mesmo uma placa que dizia discoteca! Sim porque em Santo António das Areias…existe uma discoteca… E perante uma clarabóia partida e sem luz…lá ficamos numa pensão qualquer…num quarto qualquer…e com chuva acordamos…perante o desespero…voltei a acalmar…e comecei a apaixonar-me…

Comecei a ver o simpático das gentes locais…e a ouvir os bons dias de desconhecidos que pareciam me conhecer há muitos anos! A escola… emanava simpatia… mas simpatia verdadeira…fizeram de tudo para também eu…na altura…sem qualquer tipo de ligação a qualquer escola…me sentir bem! Senti-me em casa…

Santo António das Areias

Fugi de ti…mas aquele sossego…aquele bem estar começava a fazer-me falta…queria voltar a estar contigo…confesso que cerca de 400 km ou mais…não me afastaram…voltei a ti…quis estar contigo diversas vezes…apaixonei-me por ti…adorei estar contigo…voltei e conheci mais…

Por entre um Castelo qualquer…dentro de uma muralha qualquer adorei…estar em ti…adorei a paisagem…o pôr do sol…adorei conhecer Marvão…

Pôr do Sol em Marvão – Parque Natural da Serra de S.Mamede

Por muito que tentasse fugir de ti…isso era impossível…partilhamos momentos…e partilhamos caminhos…pessoas…e sentimentos…e continuei a apaixonar-me por ti…algo que cresceu de dia para dia…quanto mais te conhecia… Fosse em Castelo de Vide…Flor da Rosa…Crato…Portagem…Évora… Vila Flor…Reguengos…Monsaraz… Mourão… Juromenha… Adorei estar contigo…Adorei ser teu… Adorei entregar-me a ti…

Eu com o Castelo de Marvão como fundo

E…agora… faz-me falta o teu sossego…o teu bem estar… a tua simpatia… a tua cumplicidade… o teu amor… a tua paz! Não sei como foi possível cair nos teus braços…eu um menino de cidade de betão…apaixonar-me assim pela tua calçada…pela tua terra…pelos teus montes…pelo teu espaço…

Eu a entregar-me a ti…

Alentejo…

Sinto a tua falta…


Peças Soltas XLVII

O mar acompanha-me…

Music: The difference between us by The Gift

Se algum dia eu pensaria estar aqui perdida neste imenso azul? Claro que sim…

Mas se algum dia pensei que tu estarias ao meu lado a partilhar o momento…

Aquele momento das ondas a bater…

Aquele momento das histórias passadas e contadas…

Aquele momento da praia vazia num inverno qualquer…

Aquele momento…que eu nunca…mas nunca…

Partilhei…com ninguém…

Partilhei…agora contigo…

O mar acompanha-me sempre…

Então e agora tu…também?



Peças Soltas XLVI Especial Pós dia dos Namorados

A dois tempos – Ela…

Acordei com a tua voz rouca…a soar-me ao ouvido…queres ter o nosso dia dos namorados…não queres ter o dia que toda a gente tem…queres ter o nosso dia…

Arranjei-me para ti…um certo cuidado descuidado…porque é isso que está na moda…uma coisa simples…um vestido qualquer…e uma pintura ao de leve…de forma a reparares…e que achas que estou simples!

Fui ter à esplanada…ao contrário do normal…tive de esperar por ti…até que chegaste nos teus cabelos ao vento e com esses olhos lindos escondidos por uns óculos de sol de uma marca qualquer…

Beijaste-me e fomos ver o mar…

Music: Nos desenhos animados by Azeitonas




Peças Soltas XLV Especial Pós dia dos Namorados

A dois tempos – Ele…

Acordei…de uma noite bem dormida…como há muito não sentia vontade de uma noite de sono assim… entre músicas românticas…decidi levantar-me por entre uns lençóis quentes…dei um chuto na preguiça e decidi fazer a barba…escolher bem a roupa que fazia frio…Dia dos Namorados…é quando o homem quer…tal como o Natal…e porque não o dia 15 de Fevereiro?

Entretanto liguei-te…para dizer-te bom dia…e acordar-te para dizer o quanto quero estar contigo…no nosso dia dos namorados!

Já vestido…decidi colocar pé no acelerador e voar até ti…como um dia prometi-te… que voava até ti!

Cheguei estavas na esplanada…bela, simples, como que saída de um desenho animado qualquer…

Beijei-te e fomos ver o mar…

Music: Nos desenhos animados by Azeitonas